• Estilo de vida
    1

    Mantenha-se ativo!

    30 minutos de exercício moderado, cinco vezes por semana (por exemplo: yoga bicicleta ou dança), é a chave para um sistema imunitário saudável. Facto útil na gestão dos sintomas de psoríase, uma vez que se trata de uma doença autoimune.

  • É sabido que uma alimentação saudável melhora a saúde, devido, em parte, ao seu impacto positivo no sistema imunitário. Além disso, pode ajudá-lo a lidar com alguns dos seus sintomas da psoríase.

  • É importante alcançar um peso equilibrado, pois um índice de massa corporal elevado está associado a um risco acrescido de desenvolver a psoríase, tal como a um aumento da gravidade da doença.

  • Cuidados pessoais
    5

    Esteja alerta

    Comorbidades como as artrites, a hipertensão, a diabetes, entre outras, são comuns entre pessoas com psoríase e também terão de ser tratadas, ou, de preferência, prevenidas.

  • Conhecer as causas da sua psoríase é uma das melhores formas de prevenir as crises ou o agravamento da doença. Tenha cuidado com infeções, medicação, stress emocional ou fatores relacionados com o estilo de vida.

  • Seja positivo
    9

    Liberte-se do stress

    Seja positivo e aprenda técnicas de relaxamento, tais como exercícios de respiração e meditação para libertar o stress e controlar os seus sintomas da psoríase.

  • Estilo de vida
    10

    Deixe de fumar

    Fumar pode aumentar o risco de psoríase ou agravar os seus sintomas de forma severa. Por isso, deixar de fumar terá um efeito positivo na doença.

  • O consumo excessivo de álcool pode causar ou agravar um episódio de crise, por isso, é melhor manter-se longe do álcool.

  • Procure ter uma dieta limpa! Reduza ou evite ‘comida de plástico’, pois este tipo de alimento é conhecido por conduzir a um rápido aumento do peso, que é uma das principais causas das crises de psoríase.